• Elis Busanello

EMOÇÕES

Você quer uma vida mais leve? É sobre isto que vamos falar hoje. As memórias desagradáveis que se repetem na mente, são carregadas de emoções negativas que reproduzem o sofrimento do passado, no momento presente. Os sentimentos doloridos destroem a qualidade de vida, roubam energia, atrapalham as relações e derrubam a produtividade em geral. Com resultados ruins, vem frustração e depressão. Provavelmente você relembra fatos negativos do seu passado, por repetidas vezes, desde que aconteceu. Talvez você tenha lembrado deles agora. Então você entristece novamente, sente raiva, culpa, vergonha e outros sentimentos destruidores. Pode ser que você conheça alguém que entrou tão fundo neste poço, que não conseguiu sair e a depressão tornou-se uma doença tão séria, que levou esta pessoa ao suicídio.

E tudo isto acontece porque nós reforçamos a negatividade dos pensamentos com reclamações, queixas, críticas aos outros como sendo eles a causa do que lhe aconteceu. Assim, os pensamentos são descontrolados e recorrentes. O Dr. Hawkins mostra este efeito através da escala das emoções. As mais destrutivas são raiva, vergonha, culpa e tristeza, vibrando abaixo de 150 hertz. E as que potencializam o bem-estar são: vontade, aceitação, razão, alegria, amor, paz e iluminação, que são as mais elevadas, acima de 310 hertz. Para sair deste looping emocional, sugiro utilizar conscientemente as emoções intermediárias, para colocar a vida para rodar em alta performance. São elas: - Neutralidade: Pare de culpar os outros, assuma responsabilidade e retire as emoções dos fatos, olhe para eles com praticidade e coloque-se em ação consciente. - Coragem: Coloque-se em marcha para fazer desde as pequenas coisas. Se proponha a ajudar, sem expectativas de retorno. Faça cada dia um pouco mais, desde as coisas mais simples. Faça aquilo que vem adiando. Pasito, pasito, suave, suavesito... O resultado será um estado fortalecido e autoconfiante, você experimentará cada vez mais autonomia e autoestima elevada. Exerça o seu poder!


0 visualização

© Elis Busanello 2019. Todos os diretos reservados